O cansaço não passa? Saiba que pode ser uma síndrome associada ao trabalho

Por Luana Cristina de Lima Magalhães – InfoMoney

Baixa produtividade, dificuldade em memorizar o que os colegas falam ou os serviços que precisam ser feitos, falta de concentração, irritabilidade e sonolência. Esses são alguns dos sintomas da Síndrome do Cansaço Crônico, que atinge mais as mulheres.

De acordo com o médico e presidente da ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida), Alberto Ogata, o cansaço é uma queixa muito comum dos profissionais, mas nem sempre é sinal da síndrome. “Antes de atribuir a falta de disposição ao excesso de trabalho, é preciso fazer uma avaliação médica. Muitas vezes, o cansaço pode ser um dos sintomas de doenças crônicas, como problemas pulmonares e cardíacos, entre outros”.

Descartada a possibilidade de doenças crônicas, a falta de disposição contínua pode ser a síndrome.

Trabalho

A Síndrome do Cansaço Crônico ou da Fadiga, em geral, pode estar associada ao trabalho e ao estresse. “O fato de o profissional não estar feliz com as suas atividades ou estar sobrecarregado de serviços são fatores que predispõem esse quadro”, ressalta Ogata.

Além disso, o médico alerta que as pessoas ansiosas, depressivas e que têm um estilo de vida inadequado, ou seja, não praticam esportes, possuem uma alimentação desequilibrada e usam frequentemente estimulantes (café, bebidas alcoólicas) também estão mais propensas a desenvolver a doença.

Sintomas

Entre os sintomas da síndrome da fadiga, estão:
Dor de cabeça;
Acordar cansado;
Dores musculares;
Dor nas articulações;

Vale ressaltar que a síndrome da fadiga só acontece quando os sintomas se tornam frequentes e persistem por muito tempo.

O médico afirma ainda que não há um remédio para a síndrome, mas que algumas atitudes podem aliviar o problema. “Procure praticar exercícios físicos, ter uma alimentação equilibrada, evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas e cafés e, se preciso, procure um psicólogo para lhe auxiliar emocionalmente”.

O papel da empresa

A empresa também pode auxiliar os seus funcionários para evitar ou amenizar a síndrome da fadiga. O departamento de Recursos Humanos, por exemplo, pode fornecer informações para toda a equipe da companhia sobre a doença, estimular um estilo de vida saudável, abordar a questão do tabagismo e da importância das férias.

“Não adianta uma empresa disponibilizar uma área de descanso, se ela encher os seus colaboradores de tarefas. É preciso haver um equilíbrio de demanda entre os funcionários”, conclui Ogata.

Os 4 milagres do Reiki

Após aprender como curar como Buda e Jesus em suas meditações, Mikao Usui iniciou sua descida do monte Koriyama e enquanto descia aconteceu o que é tradicionalmente conhecido como os Quatro Milagres:

PRIMEIRO: Feriu-se em um dedo do pé enquanto descia o monte, instintivamente, sentou-se e pôs as mãos sobre o ferimento. As suas mãos ficaram quentes e o seu dedo ferido foi curado.

SEGUNDO: Ele chegou a uma casa que servia peregrinos, no pé da montanha, pediu uma refeição completa (algo nada aconselhável depois de jejuar durante 21 dias, apenas bebendo água), e comeu normalmente.

TERCEIRO: A mulher que o serviu sentia dor de dentes, ele colocando as mãos sobre a face dela, sanou a dor daquela mulher.

QUARTO: Quando voltou ao mosteiro, soube que o director estava acamado com uma crise de artrite, Usui também o curou.

Foi quando resolveu então dar à energia de cura o nome de Reiki, cujo o significado é “ENERGIA DA FORÇA VITAL UNIVERSAL”.

A energia do Reiki

Reiki é uma energia básica, um método de cura que pode ser realizado pessoalmente ou à distância.

Os terapêutas em Reiki trabalham ao longo de seu corpo usando a energia natural de cura e as energias com poder curativo vindas do universo, realizando também a limpeza e a reenergização dos “chakras”.

Materiais para estudo

Reiki

  • John Blofeld, The Tantric Mysticism of Tibet: A Pratical Guide To The Theory, Purpose and Techniques of Tantric Meditation, Arkana Books, 1970, pp.36-40).
  • (William L. Rand, Reiki: The Healing Touch, First and Second Degree Manual, Southfield, MI, Vision Publications, 1991,p.2).

Realize seus sonhos

Deus tem sonhos para a vida de cada um, mas a escolha de vivê-los ou não é individual, você pode se acomodar dentro daquilo que você vê diante dos seus olhos, mas você pode também tomar a decisão de ousar! De extrapolar os seus limites e conquistar o que parece impossível!  (Ana Paula Valadão)